Luan Santana diz que vendeu carros de luxo e fala de DVD para celebrar 10 anos de carreira

 

Há três meses Luan Santana, 26, resolveu dar uma chance ao relacionamento com Jade Magalhães. “Foi um tempo que aconteceu, não tem uma definição, as ‘leis’ do amor não têm regras. Cada vez mais acredito que o que é seu Deus dá um jeito de trazer até você”, revela o artista, que acredita que a relação voltou mais madura. Mas o sucesso não se resume à vida pessoal. Estreando a turnê “1977”, nos dias 15 e 16, no Vivo Rio, Luan diz que planeja, sim, uma carreira internacional, que não liga mais tanto para carros — ele vendeu sua Ferrari 458 e o Porsche Boxster — e que os planos para ser pai não estão tão distantes.

 

 

 

A música “Acordando o Prédio” é sucesso. Na intimidade, o Luan também é daquele que acorda os vizinhos na hora “H”?

Fico feliz com essa repercussão toda. A letra é ousada, mas primamos por fazer um clipe que misturasse humor para que não explorasse o apelo sexual. Sobre intimidade, as melhores feras são as silenciosas. As feras provocam a presa. Quem ataca bem provoca a presa.

 

 

Você ainda mantém a paixão por carros velozes?

Tenho paixão, mas não como antes. Vendi a Ferrari 458 e o Porsche Boxster.

 

 

 

E o jatinho?

O jatinho não é luxo, é uma forma de facilitar a minha locomoção.

 

 

Tem medo de voar?

Sou muito religioso, e independentemente de estar no ar, ou na terra, faço minhas orações. Confio em Deus acima de tudo e nos profissionais que pilotam.

 

Você se mantém no topo. Pensa na carreira internacional?

A maior meta sempre é manter o carinho e reconhecimento do público. Penso em carreira internacional, mas de forma natural. Nunca vou abandonar a minha carreira no Brasil.

 

 

 

Alguma comemoração pelos 10 anos de carreira?

Vou gravar um DVD no segundo semestre, talvez no Nordeste.

 

Qual o defeito de que Jade mais reclama em você?

Roer as unhas.

 

E você dela?

Jade não tem defeito. Já viu pedra preciosa com defeito?

 

Ainda continua achando cedo para falar em casamento?

Penso em casar e ter filhos, mas tudo no seu tempo e como manda a tradição.

 

Se imagina pai antes dos 30? Acredita que Jade será uma boa mãe?

Não sei se antes dos 30, mas 30 é uma boa idade. Confio plenamente que sim. Vejo essa maternidade na Jade. Sinto que é a mulher que escolhi.

 

Gosta quando se vê no espelho?

Gosto, mas não estou mais naquela fase de antes, parei de malhar há quatro meses. Procuro fazer esteira e manter alguns exercícios de vez em quando. Até dispensei a função do personal.

 

Animado para os shows no Rio?

O público carioca é muito caloroso. Já pensei em morar na cidade. Conheci a Urca e fiquei encantado, mas nunca fui ao Pão de Açúcar.


 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload