Após casamento fictício com fã, Luan Santana afirma: ‘O meu vai demorar’

 

Luan Santana está no topo das paradas com a canção “Acordando o prédio”, com 168 milhões de visualizações no Youtube, e não para de lançar novidades. Em breve, ele fará uma participação no especial de 40 anos de “Os trapalhões” e também não descarta a carreira internacional. Em entrevista ao EXTRA, o mato-grossense, que se arriscou no reggaeton antes de Anitta, conta que no futuro deve expandir seus horizontes. Recentemente ele foi premiado em Cannes, na França, por sua parceria com o DJ Steve Aoki na canção “Best Day Of My Life”.

 

— Caramba! Eu fiquei muito feliz. Sem palavras para descrever o sentimento em ser premiado internacionalmente — diz o cantor, de 26 anos, e acrescenta: — Gosto de presentear meu público com material de qualidade e bem diversificado. Caso apareça alguma oportunidade de carreira internacional, não descarto a possibilidade, mas não é meu foco agora.

 

Na última semana, o artista desabafou na internet sobre sua autocobrança. “Precisava descansar. Não das pessoas, não da rotina, não da correria. Precisava descansar de mim mesmo, das minhas pressões e cobranças. Tentar lembrar do ‘leve a vida leve’, tentar deixar fluir, mas não consigo. Mesmo quando a mente e o corpo parecem estar lentos e precisando de férias, travo uma batalha comigo mesmo querendo dar um passo a mais”, contou. Com média de 15 grandes shows por mês, ele afirma que é motivado a descobrir novidades na música:

 

— Adoro experimentar coisas novas e estou indo sempre atrás de inovações.

Ulgumas destas boas novas foram os duetos com Sandy, Anitta, Ivete Sangalo e Marília Mendonça, e a recente parceria com o youtuber Whindersson Nunes em “Acordando o prédio”:

 

— A letra é ousada, mas primamos em fazer um clipe que misturasse humor para que não explorasse o apelo sexual. Gostei do resultado. Sem falar que gravar em Cuba, pedindo emprestado aquela alegria do povo e colorido da ilha foi inesquecível. Quero continuar acordando muitos prédios com o sucesso desta música. Whindersson é um grande amigo. Sempre o acompanhava. Além do humor, ele é uma pessoa fora de série.

 

No próximo domingo (23), o artista estará no “Canta Niterói”, região metropolitana do Rio de Janeiro, para interpretar músicas músicas da turnê “1977”. O palco terá a mesma concepção de cenário e repertório do DVD homônimo. Com sorte no trabalho, ele inverte a máxima e comemora também o bom momento no amor. Luannamora a estudante de moda Jade Magalhães, entre idas e vindas, desde 2012, e, apesar de ter se casado com uma fã numa brincadeira numa festa junina na Paraíba, ele afirma que quer, um dia, vai subir ao altar para dizer o “sim”:

 

— Não tenho um plano concreto para o casamento (risos), mas pretendo me casar, sim. Só vai demorar um pouco.

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload