Luan Santana traz debate sobre o machismo em novo projeto

Luan Santana coletiva de lançamento DVD EP Live-Móvel (Foto: Google Imagens)

 

 

 

Na sexta feira (14) Luan lançou o DVD EP Live-Móvel, no escritório do Google. Com um caminhão que se transforma em palco e solta fogos de artifício, o cantor se apresentou em quatro cidadezinhas.

 

Eu tive a ideia de levar músicas para as pessoas que não tinham condições de ver um show meu . O cantor falou. Acostumado a se apresentar pra um município de 12 milhões de habitantes, o cantor se apresentou em uma cidadezinha de 100 habitantes o destrito de Olho d’água do meio em Piranhas (AL), lá não existe energia elétrica e o músico não foi recebido por fãs que foi recebido por fãs cheias de energia e que sabia tudo sobre ele.

 

Durante o pocket show do Google, o cantor se emocionou ao lembrar das pessoas vendo seu show a primeira vez. Uma fabrica de sucessos o cantor continua lançando hits como sofazinho o feat. mais esperado do ano, com parceria de Jorge e Mateus. As baladas românticas como boa memória o romance com safadeza como Vingança com MC Kekel e A. E a mais polêmica de todas machista com Simone e Simaria.

 

Que atraiu muitos olhares curiosos e desconfiados, o cara perde a mulher por puro machismo então eu quis chamar a música de Machista. As pessoas vão entender. Eu falo sobre o machismo de uma forma negativa. Vai chamar a atenção de início por causa do título e as pessoas vão procurar ver o que é. E eu acho que a gente só tem a ganhar com isso, porque mais pessoas vão ouvir e vão ver que o machismo realmente é ruim. Contou o cantor.

 

Em menina, ele já retrata o amor escondido devido a diferença de classe social. Luan falou que acha super válido quem se propõe a debater esses assuntos dos exemplos citados e que infelizmente ainda retrata o dia a dia de muitas pessoas.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload