Conheça a trajetória de Luan Santana nos seus 13 anos de carreira

Quem diria que o Gurizinho tímido de 16 anos que começou a carreira em Campo Grande chegaria tão longe, né?! Luan Santana completa hoje 13 anos de carreira e nós do Spies viemos relembrar a trajetória do cantor.

 

O cantor ganhou seu primeiro violão aos 3 anos e desde então não largou mais. Luan gravou sua primeira música chamada “Falando Sério” aos 14 anos e apesar de não ter gostado da gravação um amigo insistiu em publicar no Youtube. Foi por causa dessa música que Luan fez seu primeiro show em 2007. Com esse convite, gravou seu primeiro CD em 2008 intitulado “Tô de cara” trazendo seu maior sucesso que o lançou para o Brasil inteiro: ‘Meteoro’. A música rendeu três prêmios de música do ano em 2010 e 2011; e também de cantor revelação em 2009, 2010 e 2011.

 

O segundo disco do cantor foi lançado em 2009 com sucessos como “Você não sabe o que é o amor” e “Chocolate” que foi inspirada a partir de uma carta de uma fã. Já o terceiro álbum veio em 2011 e manteve o sucesso com as músicas “Amar não é pecado” e “Adrenalina”. Vale lembrar que esse álbum teve a participação de seus ídolos Zezé Di Camargo e Luciano, Ivete Sangalo e a cantora mexicana Belinda.

 

“Quando chega a noite” foi o quarto álbum de Luan Santana, trazendo sucessos como “Nega” e “Você de mim não sai” em 2012, mesmo ano em que foi indicado ao Grammy Latino para concorrer a melhor cantor sertanejo. Já em 2013, vieram os hits “Te esperando” e “Tudo que você quiser” que compunham o disco “O Nosso Tempo É Hoje”. Nesse mesmo ano, ganhou o Troféu Imprensa de melhor cantor empatando com nada mais nada menos que o rei Roberto Carlos. Ainda em 2013, Luan Santana recebeu o convite para cantar para o Papa Francisco na Jornada Mundial da Juventude.

 

Seu próximo sucesso seria o álbum Acústico, lançado em 2015, que trouxe a regravação de grandes sucessos como “Falando Sério” e hits como “Escreve Aí” e “Chuva de Arroz”. Foi então que Luan decidiu inovar e no ano seguinte investiu na produção de um álbum mais conceitual chamado ‘1977’, em referência ao ano que foi instituído o Dia Internacional da Mulher. E teve a participação de várias cantoras de sucesso como Ivete Sangalo, Marília Mendonça e Ana Carolina.

 

Em 2018, o cantor decidiu inovar mais uma vez o meio artístico gravando o EP chamado “Live Móvel” em vários lugares pelo Brasil com a participação de nomes conhecidos da música como Simone e Simaria e Jorge e Mateus.

 

Enfim chegamos ao último álbum de Luan Santana, o ‘Viva’. Gravado em Salvador, o cantor fez questão de trazer muita tecnologia para o palco, porém com uma mensagem especial: “Menos like, mais abraço!”. Sucessos como “Quando a bad bater”, “Água com açúcar” e “Boa Memória” fazem parte desse álbum; inclusive trazendo um disco de diamante e um de ouro respectivamente para os hits.

 

Agora em 2020, Luan Santana inovou mais uma vez como já era de se esperar. Ele gravou o clipe de uma música inédita em rede Nacional na Rede Globo. Intitulado “Asas”, já foi considerado um hit pois bateu vários recordes de visualizações no Youtube (tanto o clipe quanto a ‘Luan Love Em Casa’) e por ter rendido um disco de ouro para o cantor.

 

E se engana quem pensa que o único talento de Luan Santana é cantar, ele já fez participações em novelas e também é compositor. Luan já compôs várias músicas para muitos cantores do meio sertanejo como Gustavo Mioto, Edson & Hudson e Fernando e Sorocaba. Nos shows ele também gosta de idealizar o estilo e toda a produção visual, investindo em produções de alta qualidade.

 

 

E durante esses 13 anos de carreira não podemos esquecer dos fãs que acompanham e apoiam o Luan desde então. No dia de hoje, eles levantaram a tag ‘TREZE ANOS DE AMOR’ no Twitter relembrando momentos importante da carreira do cantor, postando homenagens e declarando todo amor a ele.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload